jump to navigation

iDeneb lança versão v1.6 10.5.8 Lite! 25/08/2009

Posted by pools in mac.
Tags: , ,
12 comments

Realmente o iDeneb conseguiu encontrar uma base sólida e com isso vem fazendo lançamentos consecutivos em um prazo relativamente curto em relação aos oficiais.

Essa é a versão v1.6, a 10.5.8 do MacOSX.

Foi denominado “Lite” pela ausência da maioria dos drivers de Audio e de vídeo da ATI, e a estrutura do DVD também foi alterada. Para quem precisar deles, depois da instalação poderá ser adicionado através de “patches” externos.

Outra novidade é que não possui mais os “patches” padrões, somente pacotes pré-selecionados, melhorando assim a visualização do que está sendo instalado.

Também foi adicionado suporte a mais 6 línguas.

Na página oficial é possível conferir um arquivo de texto com dicas e instruções e também a imagens das opções de drivers na instalação.

Para realizar download, a melhor alternativa são os torrents.

Caso você tenha instalado, comente aqui sobre a nova versão ou das dificuldades para instalação.

Até mais,

Anúncios

Atualizando o iDeneb para a versão 10.5.8 12/08/2009

Posted by pools in mac.
Tags: , , , , ,
37 comments

No post anterior, Atualizando da versão 10.5.6 para a 10.5.7, demonstrei passo a passo como atualizar o iDeneb MacOSX utilizando um kit disponibilizado pelos seus criadores.

A história aqui se repete, porém traz novidades no boot e para quem não tem a versão 10.5.7 instalada atualmente.

De acordo com a página oficial, é possível agora a atualização para o iDeneb 10.5.8 a partir de qualquer versão do MacOSX 10.5, graças ao pacotão (775MB) denominado “Combo version”, encontrado facilmente em torrents.

Outra novidade fica por conta do sistema de boot Chamaleon, atualizado para a versão 2 (Ainda Release Candidate, porém bem estável), que traz mais sofisticação na hora de escolher o sistema operacional a ser utilizado.

Boot Chamaleon versão 2 RC2

Boot Chamaleon versão 2 RC2

Descrevo abaixo a atualização “Delta version”, para quem já possui a 10.5.7 e quer atualizar para a mais recente, e a atualização do boot para a nova versão. Procure no Google por “ideneb 10.5.8 delta upgrade kit” para encontrar o arquivo (272MB).

0 – Backup das informações importantes,

1 – Descompacte o Delta Upgrade e execute o pacote iDeneb.MacOSx86Upd10.5.8.pkg,

Pacote iDeneb 10.5.8 Delta Upgrade Kit

Pacote iDeneb 10.5.8 Delta Upgrade Kit

ATENÇÃO: Assim como na atualização passada, b Boot normal não irá funcionar, pois não existe ainda um kernel definido como padrão após atualizar. Para realizar o boot é necessário pressionar ENTER (ou F8 em alguns casos) e no menu selecionar a partição onde o MacOSX está instalado. Digite o kernel pretendido que pode ser:

– anv (Versão 9.6.0)
– voodoo (Versão 9.5.0)
– vanilla (Versão 9.4.0)

No meu computador o “anv” não funcionou, porém ao selecionar a opção voodoo, funcionou sem maiores problemas (rede, video, som etc).

2 Configurações Finais
Após o boot com um kernel pré-selecionado, temos que configurar o kernel padrão do sistema. Abra a ferramenta “iDeneb.Tool.v10.5.8.mpkg” e selecione um kernel para ser iniciado com o sistema.

Para mim, apesar do anv não ter funcionado inicialmente, foi escolhido como o padrão e não apresentou nenhum problema.

Aproveite para testar tudo e verificar o que não está mais funcionando, é possível escolher na lista, já que o upgrade remove alguns drivers alternativos na instalação, como a Bios, mouse e teclado fix, USB, Nvidia etc.

No meu caso, nenhuma opção adicional teve que ser selecionada. Após o reboot solicitado e confirmado que está tudo funcionando, é possível retornar a ferramenta e selecionar a remoção dos demais kernels instalados no upgrade, liberando assim espaço.

Instalando o Kernel Padrão

Instalando o Kernel Padrão

Caso tudo ocorra bem, o seu sistema deverá estar atualizado e poderá ser conferido conforme figura abaixo.

iDeneb MacOSX 10.5.8 instalado

iDeneb MacOSX 10.5.8 instalado

Espero ter ajudado!

Até a próxima!

Atualizando o iDeneb da versão 10.5.6 para a 10.5.7 29/06/2009

Posted by pools in mac.
Tags: , , , ,
20 comments

Depois de instalado o MacOSX86 e tudo funcionando a contento, deparei-me com uma atualização para o SDK do iPhone que, na versão 3.0, exige a versão 10.5.7 para a instalação.

Após isso, tentei utilizar a atualização convencional, porém acabou “estragando” o funcionamento em minha máquina.

Também não obtive resultado satisfatório utilizando a ferramenta de update modificado para AMD, que dá erro na conversão dos pacotes passando instruções específicas para esse tipo de arquitetura.

Sfotware Update via AMD não funcionou...

Software Update via AMD não funcionou...

A solução foi utilizar o iDeneb combo Upgrade Kit

Feito pelo time do iHackintosh e disponível em um torrent perto de você!

Esse combo traz dois pacotes importantes, o “iDeneb.MacOSx86UpdCombo10.5.7.pkg” e o “iDeneb.Tool.rev1.mpkg”

1 Atualizando o MacOSX
Descompacte o Combo Upgrade e execute o pacote iDeneb.MacOSx86UpdCombo10.5.7.pkg
upgrade_ideneb1

Após a instalação será necessário reiniciar o computador.

ATENÇÃO: O boot normal não irá funcionar, pois não existe ainda um kernel definido como padrão após atualizar. Para realizar o boot é necessário pressionar ENTER (ou F8 em alguns casos). No menu, selecionar a partição onde o MacOSX está instalado e digitar o kernel pretendido, que pode ser:

– anv (Versão 9.6.0)
– voodoo (Versão 9.5.0)
– vanilla (Versão 9.4.0)

Comece tentando com o AnV e caso algo dê errado tente com a versão anterior e prossiga assim até chegar ao vanilla. Uma delas irá funcionar para você.

2 Configurações Finais
Após o boot com um kernel pré-selecionado, temos que alterar para que este se torne o padrão do sistema. Abra a ferramenta “iDeneb.Tool.rev1.mpkg” e selecione o kernel que você utilizou.
Aproveite para testar tudo e verificar o que não está mais funcionando, é possível escolher na lista, já que o upgrade remove alguns drivers alternativos na instalação, como a Bios, mouse e teclado fix, USB, Nvidia etc.

Instalando o Kernel AnV

Instalando o Kernel An

ATENÇÃO 2: Caso tenha selecionado o kernel voodoo, existe um bug reconhecido que torna o sistema instável, logo deve ser selecionado o “Seatbelt Fix” em conjunto com esse kernel.

Agora basta reiniciar e verificar se o boot funciona normalmente sem ter que informar mais nada.

No meu próximo post tentarei habilitar o som ALC850 em modo 5.1.

Até a próxima!

Como instalar o Windows XP, Mac OSX86 10.5.6 e o Linux Ubuntu 9.04 no PC com Triple Boot! 29/06/2009

Posted by pools in mac, Ubuntu, windows.
Tags: , , , , , , , , ,
15 comments

Na Dúvida, fique com os 3!

Nada mais difícil para mim, depois de formatar o meu HD completamente, do que escolher qual sistema operacional usar.
Já havia conseguido fazer o MacOSX rodar muito bem no meu computador, porém sentia falta de algumas coisas.
Cheguei à conclusão que cada sistema operacional tem as suas vantagens, e isso os torna especiais.

O Windows é como um salão de jogos, onde posso desfrutar de um bom desempenho e dedicar um tempo a diversão.

O Mac é um centro de entretenimento, onde você não se preocupa com nada além de ouvir uma boa música, curtir bons aplicativos e um ecossistema próprio, que em conjunto com um iphone tudo se torna integrado e acessível, porém com o seu preço. Mas vale cada centavo, desde que tudo funcione bem.

O Linux é um ambiente que favorece a programação, a ideologia livre, a comunidade e a ajuda mútua. É onde você instala banco de dados, editores e servidores web em uma única linha de comando, entre muitos outros aplicativos, personalizando-o do seu jeito.
Dependendo do dia, do trabalho e do humor quero fazer algo diferente, então resolvi instalar os 3 em um “Triple boot”.

Passos:

0 Faça um Backup Completo
Como iremos mexer com partições, não há porque correr riscos mantendo arquivos importantes, caso algo não saia como o planejado.

1 Instalar o Windows XP
Aproveitei a instalação do Windows para zerar as partições do meu HD e criar uma de 40GB onde será instalado o Windows. Feito isso, a instalação corre normalmente, sem nenhuma novidade nesse processo.

2 Configurar as Demais Partições
Caso não tenha mais nenhuma partição especificada (como foi o meu caso), aproveite e instale um gerenciador de partições, como o Partition Magic 8. Utilizei o programa para criar as demais partições para receber os demais sistemas operacionais. Segue o exemplo do meu HD:

Partition Magic

Partition Magic

Para o meu HD de 200GB ficou assim:
40GB Windows (Primária) – NTFS
40GB MacOSX (Primária) – HFS+
40GB Linux (Primária) – EXT3
1 Partição Extendida abringando:
1 GB Swap Linux
70GB Arquivos – FAT32

Como o Partition Magic é um programa pago e, caso você tenha dificuldades em encontrá-lo, recomendo o GParted. Basta gravar um CD com a iso e realizar o boot pela mesma.

Com as partições preparadas chega a hora de instalar o Linux e o MacOSX.

3 Instalar o Linux
A distribuição utilizada foi o Ubuntu 9.04 . Novamente a instalação corre sem mistérios, apenas atentando ao fato de escolher a partição correta, que no meu caso é a quarta, logo após a partição para swap do Linux.

Para quem deseja aprender como se instala o Ubuntu passo a passo, aconselho um excelente link (em PT-PT) entre vários existentes na internet: http://www.pplware.com/2009/05/21/guia-de-instalacao-ubuntu-904/

3.1 Configurar o GRUB
Como iremos utilizar o boot menu que vem em conjunto com o iDeneb MacOSX precisamos fazer com que o boot do Linux, o Grub, não apareça, senão teremos dois menus de boot quando escolhermos o Linux.

Dentro do Ubuntu, abra um terminal e execute o comando:
sudo gedit /boot/grub/menu.lst

Ache a linha “timeout” e altere seu parâmetro para 0:
timeout 0

Salve o arquivo, retorne ao terminal e execute:
sudo update-grub

Basta reiniciar para instalarmos o MacOSX.

4 Instalar o MacOSX
A instalação do sistema da maçã, como muitos sabem, não é oficial fora do hardware Mac, por isso existem distribuições que modificaram o núcleo do sistema e adaptaram para o PC. Não é 100% garantido que funcione no seu hardware. Antes de prosseguirmos, seguem algumas dicas:

– Verifique se existe algum relato de instalação do MacOSX com a sua placa mãe, seja no Google ou direto neste endereço:
o: http://wiki.osx86project.org/wiki/index.php/HCL_10.5.6

– A iDeneb foi a que melhor funcionou para mim, mas pode não servir para você. Tente outras, nas quais destaco: iATKOS , iPC e a Kalyway.

– Para encontrar os DVD´s você deve recorrer aos “torrents”.

– Procure sempre pela versão atualizada, como a 10.5.6 ou até 10.5.7, para evitar ter que atualizar e assim correr riscos de não funcionar posteriormente.

Caso escolha pela iDeneb, existe um artigo meu explicando sobre a instalação: https://pools.wordpress.com/2009/02/26/mac-osx86-ideneb-1056/

Terminada a instalação, ao reiniciar, pressionando “Enter” você deverá ter uma tela como esta:

DSC00883

O padrão de boot ficou com o MacOSX, e pode-se escolher entre o Windows ou o Linux!

No próximo post mostrarei como atualizar o Mac da versão 10.5.6 para a 10.5.7.

Até mais!

Problemas com a nForce Ethernet? 22/06/2009

Posted by pools in mac.
Tags: , , , ,
6 comments

Este final de semana foi repleto de novidades, e uma delas foi a dificuldade em se manter conectado no Hackintosh. Sempre que fazia grande volume de downloads a conexão caía depois de um tempo e eu tinha que reiniciar o computador.

O que antes parecia uma instabilidade no driver do NTFS-3G é na verdade um problema com o nForceEthernetController.

Para verificar mensagens de erro, abra um terminal e digite:
tail -f /var/log/system.log

Com esse comando todas as mensagens de problema do sistema podem ser acompanhadas. Deixei o terminal aberto com esta linha e novamente ao baixar alguns torrents a conexão caiu. Eis que surge a mensagem:

kernel[0]: nForceEthernetController: NIC ring full, stalling.

O Driver do iDeneb que eu havia escolhido para gerenciar o meu chipset nForce estava com problemas.

Solução:
http://www.insanelymac.com/forum/index.php?showtopic=125569

1 – Baixe a versão 0.62.13n,
2 – Entre no safe mode (-x no boot)
3 – Faça o Backup do kext Atual (na pasta home, por ex): sudo cp -r /System/Library/Extensions/nForceEthernetController.kext ~/
4 – Remova o atual kext da nForce (via terminal): sudo rm -r /System/Library/Extensions/nForceEthernetController.kext
5 – Descompacte e instale o nforceLAN novo via “Kext Helper b7” (fica em Aplicativos/iDeneb App), basta pegar o kext e arrastar para a janela, colocar a senha de root e clicar em EASY INSTALL.
Mais detalhes sobre o Kext Helper: http://cheetha.net/

Reinicie. Faça o acompanhamento novamente. Se não funcionar, tente com uma versão anterior ou com o Driver ForceDeth:
http://www.insanelymac.com/forum/index.php?showtopic=12933

Lembre-se de sempre remover o Kext anterior pelo modo seguro antes de se aventurar em um novo.

No meus testes o drive nForceLAN já baixou mais de 4GB ininterruptamente por mais de 8 horas.

Espero ter ajudado,

Até a próxima.

Mac osx86 iDeneb 10.5.6 26/02/2009

Posted by pools in mac.
Tags: , , ,
131 comments

Update 25/08/09: Nova versão v1.6 Lite 10.5.8 Lançada!

Update 10/08/09: Não deixem de conferir a versão 1.5 – 10.5.7 do iDeneb!

Update 10/08/09: Atualização para o 10.5.8

25/02/2009

Histórico

Nada como aproveitar o carnaval em casa e tentar resolver questões que desafiam a lógica.
Não deveria ser assim, mas como é de conhecimento de muitos, o Mac OSX não pode ser instalado em qualquer computador, mesmo recentemente quando mudou para a arquitetura intel.
Mas foi justamente essa mudança que abriu um campo enorme para muitos programadores e entusiastas: Rodar o Mac OSX em qualquer computador.

Isso começou com a versão 10.4.1, conhecida como Tiger. Uma comunidade surgiu para dissecar a novidade da troca de plataforma e começou a desenvolver ajustes específicos, conhecidos como “patches”, na tentativa de fazer o seu computador pessoal entender o novo sistema operacional.

Lembro-me vagamente daquela época, apesar da configuração do meu computador ainda ser a mesma. Tecnicamente, fiquei admirado por ter conseguido executar o tão badalado sistema OSX na minha máquina, apesar de não ficar tão consistente e robusto como o esperado. A frase “O OSX86 é apenas um hack do sistema da Apple, não espere a estabilidade nem tampouco a facilidade deste” estampada nas mensagens finais em tópicos de fóruns e artigos espalhados pela web. Ainda faltavam coisas, o teclado não apresentava determinadas teclas, o HD SATA tinha suporte precário (e talvez ainda tenha em alguns chipsets), a placa de vídeo 6600GT não conseguia demonstrar toda a qualidade e polimento do sistema operacional da Apple. Suporte USB? Praticamente nenhum, estranho em ver a impressora USB funcionar, visto que a função tunha sido desabilitada da BIOS, pois sem isso mal chegava ao processo de instalação.

Águas passadas, mas que clareiam o presente.

A configuração do computador:

– AMD Athlon 64 3200 NewCastle
– MSI K8N Neo4 PLatinum (Chipset NForce4 + Som onboard ALC850)
– 1GB DDR 667 Kingston
– Nvidia GF 7300GS 256MB
– 200GB HD Samsung SATA
– Gravador de DVD LG
– Gravador de CD LG
– Mouse e teclado PS2
– Monitor LCD 19″ Samsung – 1440×900

A instalação.
Após muitos erros e tropeços, vou poupar comentários e partir direto para a instalação que deu certo.

0 – Prepare as partições do HD
Configure as partições do HD antes de começar, eu utilizei o CD de instalação do Ubuntu, mas pode ser o Partition Magic ou semelhantes.

1 – Baixe o iDeneb v1.4 10.5.6
Sempre prefira torrents, são rápidos e confiáveis.

2 – Gravar em um DVD
A grande dica aqui é utilizar a velocidade “4x” ou menor de gravação. Demora muito mais, porém cria uma imagem confiável. Nada pior que estar em 87% e dar erro de leitura no disco (aconteceu comigo), tente evitar.

3 – Desabilitar na BIOS o teclado e o mouse USB.
Deixar ligado o suporte USB, mas desabilitar do teclado e do mouse. Parece estranho, mas se não fizer este passo, não é possível nem abrir a tela de instalação. Como não possuo nenhum desses dispositivos desabilitei sem problemas.

4 – Realizar boot pelo DVD
O dispositivo DVD deve ser o primeiro na ordem no boot. Ou ao menos vir primeiro que o HD.
Ao aparecer a opção de instalação do osx86, pressionar F-8 e ativar o modo “verbose”, “-v”, para poder acompanhar o carregamento do processo de instalação.

5 – Selecione o idioma
Se tudo correu bem, mesmo após ouvir o HD se desligando durante o processo, ao longo de mais de 6 minutos é possível visualizar a tela gráfica de instalação, solicitando o idioma. Escolha o de interesse e prossiga.

6 – Configurar o HD
Neste passo o importante é configurar a partição onde será instalado o MACOSX.
Para isso vá em “Utilities” > “Disc Utility”

No meu HD a configuração foi a seguinte:
partição 1: 20 GB (Windows) – NTFS
partição 2: 20 GB (MacOSX) – HFS+ (Journaled)
partição 3: 178 GB (Arquivos) – NTFS

Formatar (erase) a partição destinada como “Mac OS Extended (Journaled)” ou Mac OS extendido (cronológico).

Ao fechar a janela é possível prosseguir com a instalação.

7 – Selecionar Partição
A partição formatada anteriormente deverá aparecer na tela, bastando selecioná-la.

8 – Customizar a Instalação
Ao selecionar a partição, a tela seguinte indica que está pronto para a instalação. Mas não sem antes customizar para o nosso hardware. Sem isso são grandes as chances de algo dar errado.

A configuração que utilizei:

– Audio > ALC Series > ALC850
– Chipset > AppleNForceATA Test
– Kernel > 9.5.0 Voodoo (Intel/AMD/SSE2/SSE3)
– Network > nForceEthernetDriver
– Video > Nvidia > NVDarwin > 256 MB
– Applications > Todos
– Fix > Seatbelt Fix (Selecionado por bug no kernel vodoo)

Demais configurações foram deixadas o padrão.

9 – Término da instalação.
Após média de 30 minutos de instalação, será solicitado o reinicio da máquina. Importante é remover o DVD antes do BOOT para averiguar, no caso de “dual boot”, se demais sistemas operacionais foram reconhecidos normalmente. Para navejar no menu, pressionar qualquer tecla na contagem regressiva.

10 – Ajustes Finos
Se tudo correu bem, a tela de apresentação seguida das telas de configuração de idioma e conta de usuários serão exibidas.

– Mesmo selecionando o padrão como Brasil, tudo está em inglês: Vá em System Preferences > International. Colocar o “Português do brasil” como primeira opção, arrastando com o mouse. Na aba de datas, selecionar o formato Brasil, e não “Brasil (Inglês)” que vem pré-selecionado.

– Teclado ABNT 2 sem acentos – Instalar o pacote “Leopard_PS2_ABNT2.pkg”, disponível em http://www.insanelymac.com/forum/index.php?act=attach&type=post&id=19141 (Necessário possuir conta na insanelymac.com)

Questões do teclado:
– As teclas de talho são diferentes das de outros sistemas operacionais.
– O CRTL não existe no OSX, a tecla COMMAND é utilizada no lugar, logos atalhos como “CTRL+C” e “CTRL+V” são “ALT+C” e “ALT+V”
– Estranhei as teclas HOME e END, que ao invés de jogar o cursor em textos para o início e final da linha respectivamente, joga para o ínicio ou para o fim do documento (pagina de internet também). Para se ir ao início da linha o atalho é COMMAND(ctrl)+ seta esquerda, para final da linha é COMMAND + seta direita. É possível reconfigurar mexendo em alguns arquivos…

Links Úteis:
Guia de Instalação do iDeneb – http://www.insanelymac.com/forum/index.php?showtopic=121388
Site Oficial – ideneb.net

Update Vídeo do MacOSX86 Funcionando: http://www.youtube.com/watch?v=bFCvlybQJPA

Update Programas Essenciais no MacOSX: https://pools.wordpress.com/2009/03/29/60/

Update Resolvendo o problema do nforce Ethernet: https://pools.wordpress.com/2009/06/22/problemas-com-a-nforce-ethernet/

Update Instalando o mac em boot triplo: https://pools.wordpress.com/2009/06/29/na-duvida-fique-com-os-3/

Update Atualize a versão do iDeneb 10.5.6 para a 10.5.7