jump to navigation

Kernel Panic 26/02/2009

Posted by pools in Uncategorized.
Tags: ,
add a comment

Novidades a parte, o driver com.nvidia.ethernet parece não estar 100%.

Contactei o desenvolvedor do voodoo kernel (o que estou utilizando) para averiguar o que acontece:
http://code.google.com/p/xnu-dev/issues/detail?id=164&colspec=ID%20Status%20Stars%20Priority%20Owner%20Summary

A dúvida paira sobre o chipset nforce4. Talvez tentando utilizar o nforcedeath ou nforceLAN aos invés do nForceEthernetDriver…

Mais informações sobre o nforceLAN:

http://www.insanelymac.com/forum/index.php?showtopic=125569

Mac osx86 iDeneb 10.5.6 26/02/2009

Posted by pools in mac.
Tags: , , ,
131 comments

Update 25/08/09: Nova versão v1.6 Lite 10.5.8 Lançada!

Update 10/08/09: Não deixem de conferir a versão 1.5 – 10.5.7 do iDeneb!

Update 10/08/09: Atualização para o 10.5.8

25/02/2009

Histórico

Nada como aproveitar o carnaval em casa e tentar resolver questões que desafiam a lógica.
Não deveria ser assim, mas como é de conhecimento de muitos, o Mac OSX não pode ser instalado em qualquer computador, mesmo recentemente quando mudou para a arquitetura intel.
Mas foi justamente essa mudança que abriu um campo enorme para muitos programadores e entusiastas: Rodar o Mac OSX em qualquer computador.

Isso começou com a versão 10.4.1, conhecida como Tiger. Uma comunidade surgiu para dissecar a novidade da troca de plataforma e começou a desenvolver ajustes específicos, conhecidos como “patches”, na tentativa de fazer o seu computador pessoal entender o novo sistema operacional.

Lembro-me vagamente daquela época, apesar da configuração do meu computador ainda ser a mesma. Tecnicamente, fiquei admirado por ter conseguido executar o tão badalado sistema OSX na minha máquina, apesar de não ficar tão consistente e robusto como o esperado. A frase “O OSX86 é apenas um hack do sistema da Apple, não espere a estabilidade nem tampouco a facilidade deste” estampada nas mensagens finais em tópicos de fóruns e artigos espalhados pela web. Ainda faltavam coisas, o teclado não apresentava determinadas teclas, o HD SATA tinha suporte precário (e talvez ainda tenha em alguns chipsets), a placa de vídeo 6600GT não conseguia demonstrar toda a qualidade e polimento do sistema operacional da Apple. Suporte USB? Praticamente nenhum, estranho em ver a impressora USB funcionar, visto que a função tunha sido desabilitada da BIOS, pois sem isso mal chegava ao processo de instalação.

Águas passadas, mas que clareiam o presente.

A configuração do computador:

– AMD Athlon 64 3200 NewCastle
– MSI K8N Neo4 PLatinum (Chipset NForce4 + Som onboard ALC850)
– 1GB DDR 667 Kingston
– Nvidia GF 7300GS 256MB
– 200GB HD Samsung SATA
– Gravador de DVD LG
– Gravador de CD LG
– Mouse e teclado PS2
– Monitor LCD 19″ Samsung – 1440×900

A instalação.
Após muitos erros e tropeços, vou poupar comentários e partir direto para a instalação que deu certo.

0 – Prepare as partições do HD
Configure as partições do HD antes de começar, eu utilizei o CD de instalação do Ubuntu, mas pode ser o Partition Magic ou semelhantes.

1 – Baixe o iDeneb v1.4 10.5.6
Sempre prefira torrents, são rápidos e confiáveis.

2 – Gravar em um DVD
A grande dica aqui é utilizar a velocidade “4x” ou menor de gravação. Demora muito mais, porém cria uma imagem confiável. Nada pior que estar em 87% e dar erro de leitura no disco (aconteceu comigo), tente evitar.

3 – Desabilitar na BIOS o teclado e o mouse USB.
Deixar ligado o suporte USB, mas desabilitar do teclado e do mouse. Parece estranho, mas se não fizer este passo, não é possível nem abrir a tela de instalação. Como não possuo nenhum desses dispositivos desabilitei sem problemas.

4 – Realizar boot pelo DVD
O dispositivo DVD deve ser o primeiro na ordem no boot. Ou ao menos vir primeiro que o HD.
Ao aparecer a opção de instalação do osx86, pressionar F-8 e ativar o modo “verbose”, “-v”, para poder acompanhar o carregamento do processo de instalação.

5 – Selecione o idioma
Se tudo correu bem, mesmo após ouvir o HD se desligando durante o processo, ao longo de mais de 6 minutos é possível visualizar a tela gráfica de instalação, solicitando o idioma. Escolha o de interesse e prossiga.

6 – Configurar o HD
Neste passo o importante é configurar a partição onde será instalado o MACOSX.
Para isso vá em “Utilities” > “Disc Utility”

No meu HD a configuração foi a seguinte:
partição 1: 20 GB (Windows) – NTFS
partição 2: 20 GB (MacOSX) – HFS+ (Journaled)
partição 3: 178 GB (Arquivos) – NTFS

Formatar (erase) a partição destinada como “Mac OS Extended (Journaled)” ou Mac OS extendido (cronológico).

Ao fechar a janela é possível prosseguir com a instalação.

7 – Selecionar Partição
A partição formatada anteriormente deverá aparecer na tela, bastando selecioná-la.

8 – Customizar a Instalação
Ao selecionar a partição, a tela seguinte indica que está pronto para a instalação. Mas não sem antes customizar para o nosso hardware. Sem isso são grandes as chances de algo dar errado.

A configuração que utilizei:

– Audio > ALC Series > ALC850
– Chipset > AppleNForceATA Test
– Kernel > 9.5.0 Voodoo (Intel/AMD/SSE2/SSE3)
– Network > nForceEthernetDriver
– Video > Nvidia > NVDarwin > 256 MB
– Applications > Todos
– Fix > Seatbelt Fix (Selecionado por bug no kernel vodoo)

Demais configurações foram deixadas o padrão.

9 – Término da instalação.
Após média de 30 minutos de instalação, será solicitado o reinicio da máquina. Importante é remover o DVD antes do BOOT para averiguar, no caso de “dual boot”, se demais sistemas operacionais foram reconhecidos normalmente. Para navejar no menu, pressionar qualquer tecla na contagem regressiva.

10 – Ajustes Finos
Se tudo correu bem, a tela de apresentação seguida das telas de configuração de idioma e conta de usuários serão exibidas.

– Mesmo selecionando o padrão como Brasil, tudo está em inglês: Vá em System Preferences > International. Colocar o “Português do brasil” como primeira opção, arrastando com o mouse. Na aba de datas, selecionar o formato Brasil, e não “Brasil (Inglês)” que vem pré-selecionado.

– Teclado ABNT 2 sem acentos – Instalar o pacote “Leopard_PS2_ABNT2.pkg”, disponível em http://www.insanelymac.com/forum/index.php?act=attach&type=post&id=19141 (Necessário possuir conta na insanelymac.com)

Questões do teclado:
– As teclas de talho são diferentes das de outros sistemas operacionais.
– O CRTL não existe no OSX, a tecla COMMAND é utilizada no lugar, logos atalhos como “CTRL+C” e “CTRL+V” são “ALT+C” e “ALT+V”
– Estranhei as teclas HOME e END, que ao invés de jogar o cursor em textos para o início e final da linha respectivamente, joga para o ínicio ou para o fim do documento (pagina de internet também). Para se ir ao início da linha o atalho é COMMAND(ctrl)+ seta esquerda, para final da linha é COMMAND + seta direita. É possível reconfigurar mexendo em alguns arquivos…

Links Úteis:
Guia de Instalação do iDeneb – http://www.insanelymac.com/forum/index.php?showtopic=121388
Site Oficial – ideneb.net

Update Vídeo do MacOSX86 Funcionando: http://www.youtube.com/watch?v=bFCvlybQJPA

Update Programas Essenciais no MacOSX: https://pools.wordpress.com/2009/03/29/60/

Update Resolvendo o problema do nforce Ethernet: https://pools.wordpress.com/2009/06/22/problemas-com-a-nforce-ethernet/

Update Instalando o mac em boot triplo: https://pools.wordpress.com/2009/06/29/na-duvida-fique-com-os-3/

Update Atualize a versão do iDeneb 10.5.6 para a 10.5.7